fbpx
Menu fechado

Blog

Nem todo começo precisa ser difícil – Adaptação escolar

O começo do ano letivo vai além da “volta às aulas”, traz ansiedade, insegurança e muita expectativa. Será que vai ser muito difícil? Como serão os novos professores? E se os colegas não gostarem de mim? Alguns pensam que isso acontece apenas com os pequenos, mas não, vai da infância à adolescência, mobilizando toda a família. Afinal, acordar, escovar os dentes, tomar café, colocar o uniforme, preparar o lanche… são muitas as tarefas que filhos e pais têm de fazer logo cedo.

Para que essa fase se torne prazerosa é fundamental a organização e o apoio familiar. Encoraje sua criança a conhecer o novo e a desfrutar de cada momento e de cada pessoa que compõe esse ciclo que se inicia. Os diálogos em família, fazem com que a transição seja mais leve. Sobre esse momento pais e filhos, vale ressaltar que “quando esse vínculo é saudável, as crianças têm mais facilidade para lidar com mudanças, adversidades e estresse”, afirma a psicóloga Isa Minatel.

É claro que para os pequenos, esse período que requer distanciar de sua moradia, é um pouco mais complexo. Por isso, valorize as atividades de casa, exponha os desenhos que foram enviados para casa e use e abuse dos diálogos. Porém essa conversa não é tão simples, ou melhor, ela deve ser direcionada, como: qual música você cantou hoje? Com quem você brincou? Sobre tal aspecto, a psicopedagoga Isa Minatel, autora de Crianças sem Limites (Editora Chiado Brasil), relata que “basta que os adultos provoquem esses ‘gatilhos emocionais’ para despertar as lembranças”.

Esse momento também requer um planejamento familiar. Desde já, organize o local e o os horários da realização das atividades pedagógicas, fazendo parte da rotina e da logística da casa. Vale ressaltar que o local deve ser limpo, claro e arejado. Para que isso se torne ainda mais eficaz, estabeleça com seu filho(a) uma grade de horários, indicando não só os estudos, mas também as atividades extras e lazer.

Nas noites, procure ajudar sua criança a deixar os objetos e uniformes que serão utilizados no dia seguinte organizados. Mas atenção, não faça por ele, apenas ajude-o. Deixar que ele faça parte do processo diminui qualquer tipo de ansiedade. Depois de tudo organizado, tenha uma noite tranquila e com um delicioso sono regado de muitas histórias, carinhos e beijos.

Ana Karolina Borges – Gestora de Programas Especiais do Centro Educacional Mabel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× WhatsApp