fbpx
Menu fechado

Blog

Sequestro da felicidade

O que dizer dessa foto?
A mãe relata que JP, 6 anos, acordou chorando muito: “Mamãe, eu não quero aula virtual. Eu quero aula na minha escola. Eu quero aula com meus amigos…”
A mãe nos liga e relata a angústia do filho, ao que, sugerimos a ela uma visita à escola.
Eles foram. JP assumiu seu espaço, andou por onde quis, brincou nos parques, no pomar, comeu amoras e foi feliz.
Dada a hora de ir embora, parou na porta da escola e ficou por um momento, respirando aquele ar, tão seu.
Comovida com a cena, a mãe tirou a única foto do passeio.
JP percebeu a foto, entrou no carro e se foram. Ao chegar em casa, ele diz: “Mamãe, toda vez que eu estiver triste, me mostra aquela foto.”
Cai uma lágrima e pergunto: o que dizer dessa foto?
O que dizer a todas as crianças que não conseguem compreender que foram sequestradas e privadas de sua liberdade de ir à escola, de brincar com os amigos, de ser feliz?
Nas suas cabecinhas os pais conseguem resolver tudo, mas o Corona não?
No mesmo dia, soubemos que LO, 5 anos também chorou e perguntou à mãe, que dia o coronavírus vai embora.
Quantas crianças estão assim?
Professores à distância e pais presentes, devem fazer tudo para minimizar essa dor. Para a criança é normal perceber que há algo anormal. E esse algo, é muito ruim.
Quais serão as consequências disso?
Crianças “precisam” da felicidade. A felicidade, dada por pequenas coisas, é o ingrediente principal para um desenvolvimento saudável.
Adultos, vamos pensar!
E cada um, dentro de suas conclusões e possibilidades, decidirmos dar nosso melhor para libertar a felicidade das crianças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× WhatsApp